Seguidores

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

OVELHA SEM PASTOR


Em nossas vidas somos conduzidos e ajudamos a conduzir.

Esta dinâmica visa ajudar a tomar consciência destas nossa vocação.

Vivemos nesta tensão que é salutar: evangelizamos e somos evangelizados.

Não existe atitude neutra: ou interferimos positiva ou negativamente.

Primeiro passo: Clarear os passos

1-     Convidar os participantes a formar duplas, ficando um ao lado do outro.

2-     A dupla define quem deles será a ovelha e quem ser’o pastor:

-         A ovelha fecha livremente os seus olhos e é conduzida pelo pastor.

-         O pastor – olhos abertos – toma a ovelha pelas mãos, ombro… e a conduz

-         Enquanto isso, estar atento aos sentimentos que xperimenta:

-         Como ovelha: enquanto é conduzida – o que sente? (medo, confiança…).

-         Como pastor: enquanto conduz- o que sente? (responsabilidade, medo…)

Segundo passo: Caminhando

3-     As duplas (pastor e ovelha) vão caminhando por diversos caminhos. Deixar um tempo.

4-     Depois, o assessor convida a mudar:

-         quem era a ovelha se torna agora pastor;

-         quem era pastor se torna agora ovelha.

5-     E a dinâmica continua. Deixar um tempo.

Terceiro passo: Partilha

6-     Dar um sinal de parada e as duplas voltam à sala, partilhando a experiência feita.

7-     Favorecer um pequeno plenário:

-         como foi a experiência? O que sentiram como ovelha e como pastor?

-         Na vida diária, quem nos conduz? Onde devemos nos deixar conduzir mais?

-         O que esta dinâmica tem haver com as nossa vida, em nossa missão?

-         Onde esta realidade aparece na Palavra de Deus (Bíblia)?

“Não podemos ser amigos de todos, mas podemos tratar a todos fraternalmente. E esta fraternidade fará surgir novas amizades. Sem fraternidade não há amizades autênticas.”

Fonte:Dinâmicas Catequisar

2 comentários:

  1. Imagem simbólica admirável!. O post também! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Passando novamente para abraçar-lhe afetuosamente pelo dia do Catequista! Parabéns! Todas as bênçãos e luz! Grande abraço!

    ResponderExcluir

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!