Seguidores

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Os Dez mandamentos da família para a Catequese



1. Não fecheis o coração! Não vos bastais a vós próprios na educação da fé, mesmo que sejais 
os primeiros catequistas dos vossos filhos.  Os catequistas são vossos colaboradores na 
educação da fé, mas não substitutos. 2. Amai a Catequese! A Catequese não é um "ensino" avulso e desorganizado. É processo de 
educação da fé, feita de modo ordenado e sistemático. É itinerário para amadurecer na vida 
cristã e caminho para o discipulado. Velai pela assiduidade dos vossos filhos e pelo seu 
acompanhamento, num estreito diálogo com os catequistas e com a comunidade de fé. 
3. Não exijais dos vossos filhos o que não sois capazes de fazer.  Não exijais dos vossos 
filhos, o que não sois capazes de dar. Exigir do outro o que não se tem pra oferecer é negar a 
si mesmo enquanto sujeito de fé. 
4. Não queira transformar a catequese em curso para que vossos filhos "saibam muitas 
coisas"!  Mas alegrai-vos sempre, ao verificardes  que eles saboreiam a alegria de serem 
cristãos, e vão descobrindo, com outros cristãos, a pessoa de Jesus, o Amigo por excelência, 
que convida a seguir os seus passos no anúncio/testemunho da sua Palavra.  
5. Demonstrem amor e cuidado pela família! A primeira forma de catequese acontece sem 
palavras e sermões, no respeito à dignidade de cada membro da família. O amor exige 
cuidado, como diz o poeta: “Quem ama cuida”.
6. Vivei a comunhão na família e na Igreja! Não sois uma ilha nem uma ostra. Sem diálogo 
não há espaço para a fé se desenvolver. Sem a sociedade não podereis progredir e sem a 
Igreja não podereis iluminar o mundo.  
  
7. Sede discípulos e não expectadores! Não espereis que a Catequese faça de vós e vossos 
filhos bons alunos ou expectadores. Ao contrário, procurai que ela vos ajude a formar 
discípulos de Jesus, que O seguem, em comunidade. 
8. Saiba testemunhar a fé na participação da comunidade e no sacramento da Eucaristia. 
Procurai pensar e viver de acordo com os valores do Evangelho. Sabeis bem que o 
testemunho é a primeira forma de evangelização. Deste modo, os filhos aceitarão melhor a 
proposta dos vossos ideais e valores. 
9. Procurem aprofundar a fé e ter um gosto  pelo conhecimentos das coisas de Deus! 
Como diz o célebre ditado bíblico: “Um cego não pode guiar outro cego”. Quem não é 
esclarecido na fé não pode orientar os outros a viver o compromisso cristão. Nem tem o 
direito de manipular a fé segundo a sua ignorância. Também não cedais à tentação de achar 
que se pode "mandar" os filhos à Catequese, para vos verdes livres deles ou para fugirdes 
das vossas responsabilidades. 
10. Orai e celebrai a vida em família! Rezar e celebrar com toda a família, de modo a que a 
vossa fé seja vivida em comum na pequena Igreja que é a família, se exprima na grande 
família que é a Igreja e transforme a diversificada família humana que integra a sociedade.

RETIRADO DE UMA APOSTILA DE FORMAÇÃO DO CATEQUISTA BRUNO VELASCO

Um comentário:

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo...
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!"

OBRIGADA POR DEIXAR SEU COMENTÁRIO!